terça-feira, 20 de agosto de 2013

Parceria - Bruna Camporezi

Olá pessoal, tudo bem? Vim hoje trazer mais uma parceria, a fofa da Bruna Camporezi!

A Autora:


Bruna Camporezi nasceu em 11 de fevereiro de 1993, mora em São Paulo e estuda Engenharia dos Materiais na Universidade Federal do ABC - UFABC. Sempre se interessou por todo tipo de arte, como pinturas, desenhos, teatro e, principalmente, literatura. Sua imaginação fértil lhe proporcionou diversas histórias que acabavam se perdendo no tempo, até o dia em que resolveu colocar no papel. E correu atrás de seu sonho, que agora se materializa com a trilogia Os Segredos de Landara.










Seu Livro:



É preciso coragem para desvendar o passado...Acordar em um lugar sujo e completamente estranho parece algo insano demais, principalmente quando uma jovem percebe que está dentro de uma prisão e não consegue se recordar nem mesmo de seu próprio nome.Completamente perdida, sua única escolha é tentar se comunicar com os outros encarcerados, como James, um antigo prisioneiro. A garota descobre que está em Landara, uma ilha que abriga criaturas incríveis e civilizações bem peculiares. Para desvendar os mistérios desse lugar, terá que encontrar Klaus Leone, um cientista genial que há tempos esconde algo que poderá mudar o futuro da ilha. E ao contar com a ajuda de diversos companheiros, acabará se apaixonando por um deles.As descobertas de seu passado e sobre este mundo aumentam a cada página e, de forma surpreendente, acabam alterando o rumo da viagem, obrigando-a a enfrentar situações que ela só acreditava ser possível em sonhos.O que esta extraordinária ilha tem de tão oculta?


Book Trailer



Entrevista:

Viciados em Livros - Qual seu livro preferido atualmente. E qual livro foi mais cansativo para ler até hoje?

B.Camporezi – Eu amo todos os livros da Patrícia Meg Cabot. Também sou apaixonada pela Laura Lee Guhrke com “Muito mais que uma princesa”. Acho que esse é meu favorito. Adoro os livros do Pedro Bandeira e os gibis do Maurício de Sousa. Eles são fantásticos. Gostei muito de alguns livros do Sidney Sheldon. “Orgulho e Preconceito” da Jane Austen também é um dos meus favoritos, com certeza! Mas se eu for citar todos os meus favoritos... ixe, vou escrever outro livro aqui! (risos).  
O livro mais cansativo foi Memórias de um sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida. Confesso que quase li o resumo, mas aguentei até o fim. Vitória! (risos).

Viciados em Livros - Quantos livros você acha que já leu? E quais são seus gêneros favoritos

B.Camporezi – Nossa, não faço ideia... Muitos! Adoro romance, fantasia, aventura e mistério. Leio de tudo! Se o livro é bom e bem escrito, acabo lendo mesmo sem gostar do gênero.

Viciados em Livros - O que você acha essencial para uma pessoa que deseja ter um blog literário?

B.Camporezi – Amor aos livros e à escrita, conhecimento sobre literatura, bom humor, simpatia para conversar com os leitores e autores, humildade (essencial em qualquer profissão), tempo e disponibilidade.

Viciados em Livros - De onde surgiu seu amor pela literatura? Quem te incentivou a gostar de literatura? E com quantos anos você leu seu primeiro livro?

B.Camporezi – Sempre me interessei pela literatura porque minha mãe me incentivava muito, então, certo dia, decidi que meu amor aos livros precisava ser mais do que apenas ler, por isso passei a escrever. Mas sempre fui apaixonada pela escrita. Quando mais novinha, escrevia poemas e adorava fazer redações. Tenho muitas ideias para histórias, porém sempre as perdia. Então, decidi que isso não mais aconteceria, sentei em frente ao computador e tudo fez sentido quando digitei “Capitulo 1”. Percebi finalmente o que queria ser, e ficava impressionada com a quantidade de ideias que vinham em minha mente. Esse sonho nasceu dentro de mim como uma luz, mostrando o que eu precisava ser como profissional. Amei, amei ser escritora desde o primeiro segundo digitando essas novas vidas, criando esses novos amigos, meus queridos personagens que já fazem parte de mim. Acho que todo escritor nasce escritor, e algum dia isso simplesmente desabrocha numa vontade avassaladora de compartilhar suas ideias com outras pessoas. Quero espalhar sorrisos, quero apresentar a fantasia a outros e mostrar que é preciso sair da realidade às vezes, e só um bom livro te ajuda nessa tarefa. Ter esse desejo em mente me incentivou a correr atrás do sonho para poder ser oficialmente uma escritora. Hoje tenho muito orgulho de ter seguido meu sonho, mas sei que minha jornada está só começando.
Não me lembro de quando li meu primeiro livro e nem qual foi. Mas um dos primeiros foi “O Estudante”, de Adelaide Carraro. Eu adorei o livro e logo li a continuação. Eu era bem novinha.

Viciados em Livros - Sinceramente, quando mandou seus livros para a editora, achou que eles iriam aceitar?

B.Camporezi – Sim, achei. Não por orgulho ou coisa do tipo, mas porque eu iria correr atrás até publicar. Não sabia qual editora me aceitaria e tinha certeza que receberia diversos “NÃO”. E realmente aconteceu. Algumas editoras mandaram e-mail dizendo que não estavam aceitando originais e outras nem responderam. Continuei procurando, porque eu tinha certeza de apenas uma coisa: Eu publicaria meu livro. Não sabia com quem e nem como, mas publicaria. Cresci aprendendo a acreditar em meus sonhos, então tenho a ideia de que, com muito esforço, tudo é possível. Meu pai sempre me diz “se for para fazer alguma coisa, faça direito”, e eu tento seguir esse conselho. Quando finalmente fui aceita pela editora Novo Século, percebi que os sonhos realmente se tornam realidade. Como eu disse, minha jornada só está começando e hoje eu estudo muito técnicas de escrita e sempre converso com autores para aprender cada dia mais. Tudo é questão de correr atrás e se esforçar para conseguir. E hoje, quando recebo mensagens dos leitores, vejo que toda luta valeu a pena.

Viciados em Livros - Da onde você tirou inspiração para escrever seus livros?

B.Camporezi - Acho que nem eu mesma sei! Brincadeira, mas com um fundinho de verdade. Acredito que essa inspiração já nasceu comigo. Minha imaginação sempre foi muito fértil. É claro que isso não me ajudava muito nas aulas! Mas hoje posso dizer que fiz bom proveito dela. Compartilhar uma história é algo simplesmente fantástico, e um escritor está sempre criando. Parece besteira, mas é verdade. Escritores normalmente se distraem muito facilmente, perdem o foco, mas é porque sempre surgem novas ideias em nossas cabeças e então paramos para analisá-las. “Em qual livro a encaixo?” “Espere, isso poderia ser uma história!”. É sempre assim. Pelo menos comigo. Mas é claro que alguns ambientes estimulam a inspiração. Tenho muitas ideias quando estou dirigindo. O que não é lá muito bom, pois não consigo escrevê-las, mas sempre deixo canetas no carro, então, aproveito os faróis vermelhos para escrever no braço ou qualquer pedaço de papel que eu encontrar. A inspiração para Os Segredos de Landara, em especial, veio de um sonho que tive. Quando acordei comecei a pensar em uma história e tudo fluiu facilmente.

Viciados em Livros - O que você considera mais difícil em um processo de criação de seus livros?

B.Camporezi – O nome dos personagens. Pode parecer bizarro, mas é muito difícil dar nome aos personagens! Eu sempre pesquiso o significado do nome, vejo se combina com o personagem, escrevo um capítulo com esse nome e decido se ele fica ou muda. É complicado! E eu também tenho dificuldade em descrever vestimenta. Demoro mais tempo pensando em como descrever o que o personagem está vestido do que propriamente pensando na cena! Nunca fui muito ligada à moda e nem nada do tipo (apesar de gostar de me arrumar e fazer combinações!), então sofro para saber os nomes de tudo e sempre pesquiso muito.

Viciados em Livros - Na sua opinião, é mais difícil começar, ou terminar um livro? 

B.Camporezi – Escrever um livro não é uma tarefa fácil. Aliás, pelo contrário, é um baita trabalhão! Mas fazemos isso por amor.
Comparando o início e o fim em termos de dificuldade, diria que o mais difícil é o fim, pois um livro nunca acaba, nós que decidimos parar de contar a história. Então sempre penso muito em qual o momento mais apropriado para encerrar um livro, a fim de deixar os leitores com um gostinho de “quero mais”. Porém, é no começo do livro que ganhamos o leitor, então esses capítulos também precisam ser muito bem pensados.

Viciados em Livros - Agora, para quem está interessado em ler a sua obra, fale um pouco sobre ela.

B.Camporezi – O que você faria se acordasse sem memória em uma prisão? E se percebesse que apenas as informações realmente importantes haviam sido retiradas de sua cabeça? Acreditaria quando alguém te contasse seus próprios segredos? E se você descobrisse que está em uma ilha desconhecida pelos humanos, que abriga criaturas fantásticas e civilizações completamente diferentes de tudo aquilo que sua mente é capaz de imaginar? Teria coragem para desvendar esse seu passado obscuro?
Bom... A personagem de os “Segredos de Landara” teve essa coragem... E ela está te esperando nessa aventura. Vai perder?
Grande beijo a todos os leitores!!! 

E-mail: b.camporezi@gmail.com
Fan Page: https://www.facebook.com/OsSegredosDeLandara
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/293183
Blog: http://ossegredosdelandara.blogspot.com.br/
Para comprar o livro autografado: vendas.landara@gmail.com

O que acharam amores? Queria agradecer a Bruna pela oportunidade e me desculpar pela SUPER demora.
Seja Bem Vinda Bruna!

4 comentários:

  1. Parabéens pela parceria, parece muito bom o livro dela :)

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a sinopse do livro, parece muito interessante!
    Já está na minha estante do skoob e vou tentar ler assim que possível.
    Muito legal a entrevista também.
    Parabéns pela parceria! :)

    Beijos.
    http://www.pensamentoseminstantes.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Evelyn!
      Parece mesmo!
      Muito obrigada =)
      Beijos

      Excluir